Archive for the ‘Agência’ Category

1

A pesquisa investigou as potencialidades que emergiram da interação do aluno com o celular e que potencializaram o desenvolvimento das cinco habilidades linguísticas no ensino-aprendizagem de língua inglesa como língua estrangeira. À luz deste objetivo principal, o estudo explorou as percepções dos alunos-participantes sobre o processo de aprendizagem gerado pelas atividades pedagógicas mediadas pelo celular. Além disso, investigou quando usar o celular em sala de aula de língua inglesa e, em seguida, procurou identificar qual a melhor maneira de proporcionar o letramento visual crítico de uma forma que permita aos alunos a capacidade de realmente aprender e de reter a informação com ajuda de um dos dispositivos móveis de comunicação. Por fim, analisou a eficácia do uso do celular como dispositivo móvel para aprendizagem de línguas pelos alunos. As teorias em que a análise foi apoiada foram os conceitos de affordance, segundo os estudos de Gibson (1979), Gaver (1991) e van Lier (2004); o conceito de Zona de Desenvolvmento Proximal (ZDP), que enfatiza a noção de interação social, de acordo com os estudos de Vygotsky (1999), e o conceito de agência retórica humana versus tecnológica, de acordo com os estudos de Rosa e Jones (2003), Miller (2009) e Cooper (2011).Os participantes do estudo foram representados por 94 alunos que se encontravam cursando, em 2011, o 3º ano dos cursos técnicos integrados ao nível médio. Nesse particular, o universo de alunos corresponde apenas ao contingente representado pelos cursos da Unidade de Ensino Descentralizado do Instituto Federal – Campus Zona Sul, da cidade de Teresina, capital do Piauí. A pesquisa constatou que ensinar com ajuda do celular é uma possibilidade real e bem interessante à espera de exploração por parte dos decentes. A aprendizagem móvel ajudou a melhorar a aquisição de habilidades em uma língua estrangeira, colocou os alunos em um contexto real e tornou este processo mais atraente, motivador e interessante. Com a tecnologia móvel, telefone celular,os alunos conseguiram maximizar a aquisição de habilidades, competências linguísticas e otimizar o tempo de estudo, em razão de poderem acessar suas atividades didáticas em qualquer lugar e a qualquer hora. Assim, a conclusão a que chegou esta investigação científica informa que o uso do celular no ensino-aprendizagem de línguas proporciona uma flexibilidade diferente, produtiva para o aprendiz adquirir saberes, habilidades e conhecimentos, quase impossível de ocorrer em um ambiente de ensino tradicional.

Link da tese: http://www.pgletras.com.br/autores/tese2013-Giselda-dos-Santos-Costa.html

giseldacostas@hotmail.com

Palavras-chave: Mobile learning. Letramento visual crítico. Agência. Affordance. Ensino de
inglês como LE.

Read Full Post »

32.jpg

ABSTRACT

 The research investigated the affordances that emerged from the interaction the students with the mobile phone and that potentiated the five language skills in the teaching and learning of English as a foreign language. Based on this main objective, the study explored the student’s perceptions of research on the learning process generated by the pedagogical activities mediated by the mobile phone.  Besides that, it was investigated when it uses the cell phone in english classes and then we have attempted to know which is the best way to provide the critical and visual literacy in a way to allow the students really to be able to learn and to retain information with help of mobile devices. Finally, it was analyzed the efficacy of using the students’ mobile devices for learning of languages. the theories on which the analysis was supported were the concepts of affordance, according to Gibson’s studies (1979), Gaver (1991) and van Lier (2004), Vygotsky’s concept of Zone of Proximal Development (zpd), reinforcing the notion of social interaction and the concept of rhetorical agency, human versus technology, according to studies of Rose and Jones (2003), Miller (2009) and Cooper (2011). the participants of this study were represented by ninety-four (94) students who were studying in the 3rd year of the integrated high school in 2011. In particular, the universe of students corresponds only to the contingent represented by courses from Unidade de Ensino Decentralizada do Instituto Federal – Campus Zona Sul, in Teresina, capital of Piaui. The conclusion reached (during analysis) is that teaching with the help of the phone is fairly recent, but the experience of this research was rewarding and motivating for students and researcher. Mobile learning has helped improve language learning, it put students into a real context and made this process more attractive, interesting and motivating. students were able to maximize the acquisition of skills, linguistic competences and to optimize their time of study with mobile technology, as well as they had access to their didactic activitiesanywhere and anytime. thus, the use of cell phones in teaching and learning of languages ​​has enabled a variety of ways of teaching and learning which it was not possible in an atmosphere of traditional or formal teaching. Apresentacao TESE – Giselda

  Keywords: Mobile learning. Critical visual literacy.Agency. Affordance. Teaching EFL.

Read Full Post »

32.jpg

RESUMO

 A pesquisa investigou  as potencialidades que emergiram da interação do aluno com o celular e que potencializaram o desenvolvimento das cinco habilidades linguísticas no ensino-aprendizagem de língua inglesa como língua estrangeira. À luz deste objetivo principal, o estudo explorou as percepções dos alunos-participantes sobre o processo de aprendizagem gerado pelas atividades pedagógicas mediadas pelo celular. Além disso,  investigou quando usar o celular em sala de aula de língua inglesa e, em seguida, procurou identificar qual a melhor maneira de proporcionar o letramento visual crítico de uma forma que permita aos alunos a capacidade de realmente aprender e de reter a informação com ajuda de um dos dispositivos móveis de comunicação. Por fim, analisou a eficácia do uso do celular como dispositivo móvel para aprendizagem de línguas pelos alunos. As teorias em que  a análise foi apoiada foram os conceitos de affordance, segundo os estudos de  Gibson (1979), Gaver (1991) e van Lier (2004); o conceito de Zona de Desenvolvmento Proximal (ZDP), que enfatiza a noção de interação social, de acordo com os estudos de Vygotsky (1999), e o  conceito de agência retórica humana versus tecnológica, de acordo com os estudos de Rosa e Jones (2003),  Miller (2009) e  Cooper (2011).Os participantes do estudo foram representados por 94 alunos que se encontravam cursando, em 2011, o 3º ano dos cursos técnicos integrados ao nível médio. Nesse particular, o universo de alunos corresponde apenas ao contingente representado pelos cursos da Unidade de Ensino Descentralizado do Instituto Federal – Campus Zona Sul, da cidade de Teresina, capital do Piauí. A pesquisa constatou que ensinar com ajuda do celular é uma possibilidade real e bem interessante à espera de exploração por parte dos decentes. A aprendizagem móvel ajudou a melhorar a aquisição de habilidades em uma língua estrangeira, colocou os alunos em um contexto real e tornou este processo mais atraente, motivador e interessante. Com a tecnologia móvel, telefone celular,os alunos conseguiram maximizar a aquisição de habilidades, competências linguísticas e otimizar o tempo de estudo, em razão de poderem acessar suas atividades didáticas em qualquer lugar e a qualquer hora. Assim, a conclusão a que chegou esta investigação científica informa que o uso do celular no ensino-aprendizagem de línguas proporciona uma flexibilidade diferente, produtiva para o aprendiz adquirir saberes, habilidades e conhecimentos, quase impossível de ocorrer em um ambiente de ensino tradicional.  Apresentacao TESE – Giselda

Palavras-chave: Mobile learning. Letramento visual crítico. Agência. Affordance. Ensino de inglês como LE.

Resumo da minha Tese de doutorado – Universidade  Federal de Pernambuco – Brasil

Read Full Post »