Archive for setembro \15\UTC 2013

Topico principais do eventos sobre politica linguistica

Política e Políticas Linguísticas

Imagem

Você pode ver alguns slides  e um rápido resumo em tópicos sobre o que e como eu ouvi as conferências e mesas redondas do Congresso de Linguística Aplicada no Rio de janeiro – 2013.

Veja o PDF anexado. 

Anúncios

Read Full Post »

Comissão organizadora ALAB- 2013

Veja a apresentação da Comissão Organizadora do evento – ALAB-2013

PDF no link:

 

Read Full Post »

1

A pesquisa investigou as potencialidades que emergiram da interação do aluno com o celular e que potencializaram o desenvolvimento das cinco habilidades linguísticas no ensino-aprendizagem de língua inglesa como língua estrangeira. À luz deste objetivo principal, o estudo explorou as percepções dos alunos-participantes sobre o processo de aprendizagem gerado pelas atividades pedagógicas mediadas pelo celular. Além disso, investigou quando usar o celular em sala de aula de língua inglesa e, em seguida, procurou identificar qual a melhor maneira de proporcionar o letramento visual crítico de uma forma que permita aos alunos a capacidade de realmente aprender e de reter a informação com ajuda de um dos dispositivos móveis de comunicação. Por fim, analisou a eficácia do uso do celular como dispositivo móvel para aprendizagem de línguas pelos alunos. As teorias em que a análise foi apoiada foram os conceitos de affordance, segundo os estudos de Gibson (1979), Gaver (1991) e van Lier (2004); o conceito de Zona de Desenvolvmento Proximal (ZDP), que enfatiza a noção de interação social, de acordo com os estudos de Vygotsky (1999), e o conceito de agência retórica humana versus tecnológica, de acordo com os estudos de Rosa e Jones (2003), Miller (2009) e Cooper (2011).Os participantes do estudo foram representados por 94 alunos que se encontravam cursando, em 2011, o 3º ano dos cursos técnicos integrados ao nível médio. Nesse particular, o universo de alunos corresponde apenas ao contingente representado pelos cursos da Unidade de Ensino Descentralizado do Instituto Federal – Campus Zona Sul, da cidade de Teresina, capital do Piauí. A pesquisa constatou que ensinar com ajuda do celular é uma possibilidade real e bem interessante à espera de exploração por parte dos decentes. A aprendizagem móvel ajudou a melhorar a aquisição de habilidades em uma língua estrangeira, colocou os alunos em um contexto real e tornou este processo mais atraente, motivador e interessante. Com a tecnologia móvel, telefone celular,os alunos conseguiram maximizar a aquisição de habilidades, competências linguísticas e otimizar o tempo de estudo, em razão de poderem acessar suas atividades didáticas em qualquer lugar e a qualquer hora. Assim, a conclusão a que chegou esta investigação científica informa que o uso do celular no ensino-aprendizagem de línguas proporciona uma flexibilidade diferente, produtiva para o aprendiz adquirir saberes, habilidades e conhecimentos, quase impossível de ocorrer em um ambiente de ensino tradicional.

Link da tese: http://www.pgletras.com.br/autores/tese2013-Giselda-dos-Santos-Costa.html

giseldacostas@hotmail.com

Palavras-chave: Mobile learning. Letramento visual crítico. Agência. Affordance. Ensino de
inglês como LE.

Read Full Post »

Artigo publicado na Revista de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Fortaleza – Linguagem em Foco, Fortaleza, p. 166 – 181, 22 nov. 2012.
Trabalho apresentado no Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada – Rio de Janeiro – 2013

RESUMO: Em nossa sociedade, que é cheia de imagens, representações visuais e experiências visuais de todos os tipos, há, sim, paradoxalmente, ainda um grau significativo de analfabetismo visual. Apesar da importância de desenvolver competências visuais específicas, “letramento visual” ainda não é uma prioridade nos currículos escolares (SPALTER e DAM, 2008). Este artigo tem como objetivos (1) enfatizar a importância de integrar o letramento visual crítico como a quinta habilidade linguístisca em sala de aula de inglês com base nas novas normas da Associação Internacional de Leitura e do Conselho Nacional de Professores de Inglês Americano (IRA / NCTE, 1996), e (2) apresentar uma sugestão de atividade visual, usando o videoclip da cantora Jessie J chamado Price Tag, como uma atividade crítica pedagógica.

PALAVRAS- CHAVE: letramento crítico visual; material crítico em sala de aula; ensino de inglês; videoclip

Veja o artigo completo em pdf neste link abaixo:

Ver a quinta habilidade

Read Full Post »